sábado, 26 de março de 2011

O VAZIO DA JUSTIÇA HUMANA

“Julgai pela manhã justamente e livrai o espoliado da mão do opressor; para que não saia o meu furor como fogo e se acenda, sem que haja quem o apague, por causa da maldade de vossas ações”. (Jeremias cap.21 vers.12).
Deus permitiu sistemas de justiça humanos para deter, conter e disciplinar os malfeitores. Esses sistemas sempre começam com uma confrontação judicial que envolve testemunhas de defesa e de acusação, bem como profissionais qualificados (juízes, advogados e promotores), que compõem as cortes seculares. O Senhor nos permite a buscar a justiça de maneira intrépida pelas instituições legais à nossa disposição, independente do quão ineficazes ou insatisfatórios possam ser.
O senso de justiça inerente a cada um parece manifestar-se de maneira mais intensa durante a pré-escola, época em que as palavras “isso não é justo !” são exaustivamente repetidas. Qual será a origem desse sentimento ???
Como seres humanos, fomos criados à imagem de Deus. Isso significa que refletimos alguns atributos dele, embora de modo restrito. O Senhor é onisciente, mas nós possuímos um conhecimento limitado. Ele é todo-poderoso, mas dispomos de um poder finito. O Eterno é onipresente, manifestando-se em cada parte do universo, mas nossa existência se restringe a uma porção delimitada do espaço e do tempo. Pode-se dizer o mesmo acerca da nossa disposição emocional.
Na Idade Média, muitos teólogos postulavam que Deus era impassível, isto é, não sofria, não se alegrava; Ele simplesmente não experimentava nenhuma emoção. Vários teólogos modernos refutaram esse tipo de pensamento usando a palavra altamente técnica, embora ainda acessível, nonsense, incoerência.
“O Senhor, teu Deus, está no meio de ti, poderoso para salvar-te; ele se deleitará em ti com alegria; renovar-te-á no seu amor, regozijar-se-á em ti com júbilo”. (Sofonias cap.3 vers.17).
“E não entristeçais o Espírito de Deus, no qual fostes selados para o dia da redenção”. (Efésios cap.4 vers.30).
Na Bíblia Sagrada, as Escrituras são claras quanto ao fato de o Espírito de Deus se deleitar e regozijar-se com Seu povo, além de sofrer quando esta peça. Certamente, Jesus sentiu compaixão, tristeza, frustração, entusiasmo, desprezo e gratidão. Resta alguma dúvida de que o Senhor já esteve irado ???
Ao que parece, achar que Deus esconde Seus sentimentos sobre certas coisas é uma idéia difícil de sustentar. Então, não é incorreto se recusar de modo categórico o conceito de que o Senhor seja livre de emoções. Na verdade o fato de Deus ser perfeitamente emocional é que faz com que possamos ter qualquer sentimento, porque fomos criados á Sua imagem e, por isso, refletimos o que Ele é – de forma finita, limitada e muitas vezes equivocada.
Um dos sentimentos primários que refletimos da imagem de Deus é o desejo irresistível de que a justiça se cumpra. Em (2 Tessalonicenses), o apóstolo Paulo nos lembra que o Senhor não apenas se preocupa com a justiça, mas que a equidade jurídica é uma expressão da Sua própria essência. Assim como “Deus é amor”, (Ele também é justiça), por isto não deixará a boa ação sem recompensa, nem a má ação sem punição, porque faz parte do Seu caráter garantir que isso aconteça.
A ponta do Seu dedo sustenta o epicentro da balança cósmica da justiça. No final, os pratos dessa balança terão de ser perfeitamente equilibrados, e serão.
Porque Deus é justo, e refletimos esse atributo dele em nossa imagem limitada da Sua essência, toda injustiça que testemunhamos ou experimentamos nos causa revolta e desconforto. Algo em nós diz “isso não pode ficar assim; atos como esse não podem passar em branco; a pessoa que cometeu essa atrocidade tem de pagar”. Deus diz o mesmo.
As pessoas muitas vezes são impelidas a praticar a justiça pelas próprias mãos (isto é, a vingar-se) porque lhes falta a certeza de que ela será feita em seu favor. Também agem assim porque não têm paciência para esperar um julgamento, pois, mesmo no caso de o juízo ser executado, pode não ser feita a justiça de maneira satisfatória. Eis a razão pela qual uma confiança cada vez maior na justiça de Deus é absolutamente crucial para que o perdão genuíno seja liberado.
Quando temos absoluta confiança de que Deus fará justiça, descartamos a hipótese de que o perdão possa pôr em risco nosso senso de dignidade, ou de que o comportamento ímpio daqueles daqueles que nos feriram acabe sendo revelado.
Depois de motivar-nos e equipar-nos emocionalmente para perseguir a justiça, o Senhor nos instrui diversas vezes nas Escrituras a fazer a coisa certa. Vamos citar duas:
“Aprendei a fazer o bem; praticai o que é reto; ajudai o oprimido; fazei justiça ao órfão; tratai da causa das viúvas”. (Isaías cap.1 vers.17).
“Aborrecei o mal, e amai o bem, e estabelecei o juízo na porta; talvez o SENHOR, o Deus dos Exércitos, tenha piedade do resto de José”. (Amós cap.5 vers.15).
A justiça humana, se buscada corretamente, funciona como um inibidor para o mal.
Os noticiários e jornais sensacionalistas parecem não falar de outra coisa senão de guerras e crimes por todo o mundo. Contudo, esses fatos sequer seriam dignos de nota, se as autoridades constituídas estivesem mesmo a serviço de Deus e fossem portadoras da espada para castigar o que faz o mal. Cada assalto cometido, quantos outros não ocorrem graças às perspectivas de punição e retribuição despertadas por autoridades bem preparadas ???
Além de representar um meio intimidador da maldade, a justiça humana também pode atuar como veículo de correção, desciplina e restituição. Quando os demais recursos falham, só a punição apropriada, executada por aqueles que têm autoridade para tal, pode quebrantar os corações endurecidos e provocar arrependimento genuíno.
QUE DEUS TE ABENÇÕE...

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Quando você carrega uma Bíblia

Quando você carrega uma Bíblia,
Satanás fica com dor de cabeça...
Quando você abre a Bíblia,
Ele desmorona...
Quando ele vê você lendo a Bíblia,
Ele desmaia...
Quando ele vê você vivendo o que você lê,
Ele foge...
E quando você estiver a ponto de repassar esta mensagem . . .
Ele tentará desencorajar você . . .
Eu acabei de vencer estes obstáculos, pela Graça de Deus!
Alguém mais?
Um teste : Será que Deus
está em primeiro lugar em sua vida ?
Se estiver pare tudo
E observe o que Deus faz.
Amém!
(Leia mais...a Bíblia, e descobrirá coisas cincríveis para a tua vida! DEUS É
CONTIGO!)
A BÍBLIA NÃO ESTÁ LIGADA À RELIGIÃO:
simplesmente à DEUS E A VOCÊ! Pois fomos feito a
imagem e a semelhança do PAI!
Nosso Deus! Nosso Pai!
Dai GLÒRIA a tudo!!! Tenha um dia abençoado!!!!

Minha lista de blogs